UA-142702713-1
 
  • MOPS Brasil Blog

Levante-se, você é mãe!


Você lembra do dia em que sua pequena criança levantou-se sozinha no berço?

E o dia em que ficou em pé na beirada do sofá ou da cadeira?

Ah...Quanta alegria encheu seu coração!!

É possível que você tenha colocado seu filho ou filha sentado novamente, só para vê-lo repetir o movimento outra vez.

O tempo passou, e você viu seu pequenino crescer...e correr pelo parque...e andar de bicicleta...

E o viu cair também.

Mas com um sorriso no rosto o incentivou a levantar-se e continuar correndo e brincando.


Agora pense um momento, que você mamãe, foi também essa bebê, essa criança, e depois uma jovem cheia de entusiasmo, pronta para levantar e sair correndo, desbravando um mundo de oportunidades.


Bom...o tempo passou...e você tornou-se mãe.

E descobriu então, que levantar-se não é algo tão simples.

Independente do tipo de parto que tenha tido, sentiu muitos músculos do seu corpo ao levantar-se da cama a primeira vez.

Mesmo que seu bebê seja muito calmo e tranquilo, quando seu choro solicita sua atenção às 3 horas da manhã, levantar-se exige um grande esforço.

Quando após uma manhã ou um dia corrido, você finalmente se senta para descansar, levantar-se requer mais do que apenas o esforço físico. Você descobre que precisa de vontade, ânimo e disposição.


Seja andando ou estando sentada, você se descobre funcionando no piloto automático.

Seu coração lhe diz o quanto está cansada...desanimada...exausta...sem forças...sem disposição...sem alegria...

Eu já vivi situações assim, e nessas horas, só a recordação das alegrias vividas com nossos pequenos, não é suficiente para nos reerguer.


Precisamos de algo mais, e quero compartilhar com vocês uma história narrada em Lucas 8:51-56


Quando Jesus chegou à casa de Jairo, deixou que Pedro, João e Tiago entrassem com ele, além do pai e da mãe da menina, e mais ninguém. Todos os que estavam ali choravam e se lamentavam por causa da menina. Então Jesus disse: — Não chorem, a menina não morreu; ela está dormindo. Aí começaram a caçoar dele porque sabiam que ela estava morta. Mas Jesus foi, pegou-a pela mão e disse bem alto: — Menina, levante-se! Ela tornou a viver e se levantou imediatamente. Aí Jesus mandou que dessem comida a ela. Os seus pais ficaram muito admirados, mas Jesus mandou que não contassem a ninguém o que havia acontecido. Lucas 8:51-56 (NTLH)

Quero destacar 3 coisas que se refletem na nossa realidade materna.


A 1° é que Jairo buscou ajuda. Ele sabia quem poderia solucionar sua situação.

Como mães conseguimos ver as necessidades ao nosso redor e podemos ajudar, não necessariamente fazendo algo, mas buscando ajuda.

Isso inclui querer que cada uma de vocês estivesse nesse encontro hoje.


A 2° é não ficar sozinha.

Depois que o milagre aconteceu, Jesus vendo a alegria de seus pais disse para que lhe dessem alimento.

Levantar-se é importante.

Mas para permanecer em pé é preciso ser cuidada, alimentada, estar cercada de pessoas que te animam e caminham com você.

E é isso que queremos ser, como grupo, umas às outras - apoio e nutrição.


A 3° é com certeza a mais linda de todas, é o próprio milagre.

Acho muito especial o fato de que Jesus pegou a mão da menina e só então disse para levantar-se.

Ele sabia da sua fraqueza e necessidade naquele momento, e estava ali para ajudá-la.

Jesus conhece o seu coração, mamãe.

Sabe das suas limitações, dúvidas, cansaços, dos sonhos adormecidos e do sono acumulado...e sim, está ao seu lado para te ajudar a levantar-se.

Ele tem poder para isso.

Permita que Jesus a tome pela mão e lhe diga: Levante-se, você é mãe!!!!


Eunice Karkling é mãe de duas princesinhas, professora de piano e pianista.

Ama ler, bordar, escrever, tocar e cuidar do jardim. Divide seu tempo entre cuidar, brincar, ensinar, estudar, deixar a casa com cheirinho de torta de milho e chá de maçã com canela, e criar memórias afetivas que permaneçam no coração. Líder de um grupo online de MOPS.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo