UA-142702713-1 O impacto das palavras
  • MOPS Brasil Blog

O impacto das palavras



Sou mãe de dois, cada um com seu jeito único faz meu coração transbordar de amor. Vou compartilhar um dos episódios da minha história de mãe de um menino de 10 anos e como tem sido nosso relacionamento mãe e filho. Ele é o meu filho mais novo e é do tipo expressivo, falante e que escolhe frases para repetir todos os dias a fim de revelar sua esperança, desejo ou sentimento. Vou tentar expressar melhor.


Durante os dois últimos anos morando na cidade do Rio de Janeiro, estabeleci minha rotina matinal muito bem organizada e cronometrada já que precisava levá-lo para a escola ao meio-dia. No corre-corre das tarefas domésticas e maternas vocês podem imaginar meu nível de concentração – para não dizer estresse – a fim de chegar à escola dentro do horário dos portões se abrirem, com a aparência de mãe normal e não de mãe descontrolada, ele de uniforme limpo e passado, devidamente alimentado, com lanche saudável garantido, tarefas de casa feitas, e tudo o mais o que fosse preciso para ser um menino feliz. Quando o sino da igreja católica da esquina chegava aos nossos ouvidos era hora de sair sem demora.


Enquanto caminhávamos de mãos dadas todos os dias até a escola, na correria para tudo dar certo em mais um dia comum, com um ar de satisfação e um pequeno sorriso no rosto ele sempre falava para mim: “mãe, você sabe que eu te amo, não é?”, e eu respondia “sim, filho, eu sei” e seguia concentrada na minha meta de colocá-lo para a escola.


Parece que não satisfeito, mesmo de mãos dadas ele dava um jeito de acariciar a minha mão com o seu dedão e dizia: “mãe, é sério, você sabe que eu te amo de verdade?”; até que chegava na calçada da escola e eu dizia, “tchau filho, boa aula, te amo”, ele saía correndo até o portão e gritava “te amo mais!” e eu entrava na dele e respondia “te amo primeiro!” seguido de beijinhos no ar e coraçõezinhos com as mãos (risos). Das duas uma, ou você pode estar achando fofo ou muito meloso! Confesso que todos os dias era isso, e às vezes, eu achava meio chato essa repetição toda, mas sabia que ele curtia e acabava rindo e entrando na onda sentimental dele.


Ele repetiu isso tantas vezes que comecei a prestar mais atenção. Um dia tive um despertar para ouvir o que ele estava me dizendo todas as vezes. Aprendi a enxergar em sua vidinha ainda tão infantil a expressão de quem Deus é através de sua insistência em me dizer que sou amada e a ajustar meu foco no que verdadeiramente importa nessa jornada.


Sendo bem franca comigo mesma e com vocês também, já percebi que vaidade do auto esforço e confiança em meu próprio braço são ideias que naturalmente moldam o meu dia a dia.


Mas graças a Deus, Ele me presenteou com o Matheus para quem posso olhar diariamente e ouvir a voz de Deus dizendo: “Ei, ... aquieta-te, eu te amo! Independente de tudo dar certo ou não, concentre-se em encontrar a verdadeira alegria mesmo em meio ao serviço à sua família e no zelo que você tem por eles. Ei, psiu, ...olhe para mim!“.


Tenha em você o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus, que existindo em forma de Deus, não considerou o fato de ser igual a Deus algo a que devesse se apegar, mas pelo contrário, esvaziou-se a si mesmo assumindo a forma de servo e fazendo-se semelhante a homens. Assim, na forma de homem humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até a morte, e morte de cruz” - Filipenses 2:5-8.”.


Na minha história de mãe tenho aprendido bastante quando realmente ouço as palavras dos meus filhos e percebo Deus na vida deles mesmo durante a infância. Essa atitude me leva a fazer do mais importante o mais importante.

Aprendo diariamente que devo buscar desenvolver bem o meu trabalho com destreza e habilidade, mas não mais insistir em focar nas satisfação das tarefa concluídas e sim em ver Deus e expressá-lo aos que estão ao meu redor.


“Agrada-te do Senhor e ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele e o mais ele fará.” – Salmos 32:4-5


Giseli Cardoso



Giseli Cardoso é voluntária do MOPS desde 2014, casada com Alexandre e mãe de dois meninos entrando na fase da adolescência. Ela tem experimentado a desafiadora temporada de compreender que a alegria do Senhor é a verdadeira fonte da sua força. Gosta de música, de aventuras, de dançar, se impressiona com a leitura, gosta de preparar refeições saborosas e a cada dia entende a importância de um bom planejamento. Ela compreende que Jesus Cristo é "o primogênito entre muitos irmãos" (Rm 8:29).

MATRIZ NOS ESTADOS UNIDOS:

www.mops.org

MOPS International, Inc. 
2370 South Trenton Way 
Denver, CO 80231-3822

 

TELEFONE:

303.733.5353 or 888.910.6677

 

EMAIL MOPS:

info@mops.org (General Info) 

NAVEGAÇÃO NO SITE

NAVEGAÇÃO NO SITE

NOSSO BLOG

NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Pinterest Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Blogger Icon

PORTUGUÊS:

www.mopsbr.com.br

EMAIL MOPS Brasil:

ministeriomops@gmail.com

MOPS encoraja e equipa mães de crianças pequenas, em parceria com a igreja local, para descobrirem o seu potencial como mães, mulheres e líderes em seu relacionamento com Jesus.