UA-142702713-1
  • MOPS Brasil Blog

Vulnerabilidade e bondade em uma comunidade


"O meu mandamento é este: Amem-se uns aos outros como eu os amei."

João 15:12


A bondade é um daqueles sentimentos que parecem muito calorosos e confusos em nossos cérebros. Na prática, é mais complexo e bonito. Pense em um diamante: lapidado, cada superfície refletindo e refratando estonteantes arco-íris de luz, mas um diamante é duro. Um diamante pode cortar.


Meu marido e eu conversamos sobre como nos sentiríamos honrados se um de nossos amigos nos chamasse para pedir ajuda no meio da noite. A desvantagem? Teríamos que levantar no meio da noite!


Existe honra nos atos de bondade; mas também há bastante desconforto.


Fui chamada há não muito tempo (não no meio da noite, felizmente!), Mas no meio de um dia agitado. Minha amiga perguntou se eu poderia cuidar de seu filho enquanto ela levava o marido ao médico. Não é grande coisa, certo? Bem, não - não realmente. Exceto que, para ser bem honesta, eu admitiria que, ao longo dos meus dias, muitas vezes sinto que mal estou cuidando de mim mesma. Essa interrupção repentina não estava em meus planos. Isso me confundiu, mas eu disse que sim. Considerei essa instância como minha chamada do “meio da noite” e me senti honrada.


Este foi um ato de gentileza e bondade. Era muito mais profundo do que ela pedir ajuda e eu atender uma ligação. Foi um ato de vulnerabilidade e força - e talvez um desconforto temporário de ambos os lados. Ela foi corajosa o suficiente para pedir ajuda e admitir que precisava.


Ela precisava de mim e eu precisava dela.


Eu tinha que ser vulnerável também. Tive que refazer meus planos, criar espaço e mudarmeu dia. Curiosamente, o pedido dela também me tornou mais corajosa. De repente, percebi que também poderia pedir ajuda.


A partir da mistura de vulnerabilidade e força, bravura e carência, um vínculo foi criado. Um cordão de bondade. Não era apenas uma pessoa atendendo às necessidades da outra, era mais como uma tapeçaria se entrelaçando.


Quando milhares desses tipos de transações acontecem ao longo do tempo dentro de uma comunidade, ela está tecendo uma rica e bela tapeçaria de bondade. Uma rede de segurança, forte e firme. Nada que pudéssemos conceber, muito menos realizar, por conta própria, se escolhermos ficar sozinhas e não pedir nem oferecer ajuda.


Essas coisas não acontecem apenas entre pessoas que confiam em si mesmas. Essas coisas acontecem entre pessoas que estão dispostas a admitir fraquezas. Um diamante não brota simplesmente da terra totalmente formado. A terra precisa ser aberta, as profundezas devem ser sondadas.


Quando não somos suficientes, a gentileza dos outros pode suprir nossa carência com abundância - mas primeiro deve vir a parte desconfortável de admitir, pedir ajuda e compartilhar o fardo. Simultaneamente, a própria admissão de que não somos suficiente pode ser um ato de bondade em si mesmo. É um convite para cada pessoa da comunidade quebrar suas barreiras. É um incentivo para preencher e ser preenchida.


É uma declaração de amor: eu estou com você. Nós precisamos uma da outra.


Eu não sou suficiente, mas NÓS somos mais que suficiente juntas.



Postado originalmente no blog do MOPS International.

Leslie mora com o marido e três filhos nos arredores de Texas Hill Country. Ela gosta de ler, escrever, fazer exercícios e dormir.

MATRIZ NOS ESTADOS UNIDOS:

www.mops.org

MOPS International, Inc. 
2370 South Trenton Way 
Denver, CO 80231-3822

 

TELEFONE:

303.733.5353 or 888.910.6677

 

EMAIL MOPS:

info@mops.org (General Info) 

NAVEGAÇÃO NO SITE

NAVEGAÇÃO NO SITE

NOSSO BLOG

NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Pinterest Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Blogger Icon

PORTUGUÊS:

www.mopsbr.com.br

EMAIL MOPS Brasil:

ministeriomops@gmail.com

MOPS encoraja e equipa mães de crianças pequenas, em parceria com a igreja local, para descobrirem o seu potencial como mães, mulheres e líderes em seu relacionamento com Jesus.